quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Te peguei, sua danada!


Num foi muito fácil encontrar a lua no meio de tanto prédio aqui em Fortaleza. Desde ontem que eu pelejava pra fotografar essa bonitona, mas me enfiei numa reunião que durou até umas dez da noite e quando fui ver tava meio sem graça, e de quebra eu tava sem a Sonynha. Mas hoje eu me preparei melhor. Me livrei de reuniões ( mas também encarei uma a tarde inteira, lá em Maracanaú), deixei a Sonynha no ponto e cedinho fui esperar a Lua. Só não contava que ela ia se esconder atrás dos prédios por tanto tempo. Mas finalmente consegui e ainda ampliei um pouco pra mostrar os detalhes, que quando eu era pequeno a gente dizia que era São Jorge e seu cavalo. Pois tai ela, quem num viu ontem, pode ver hoje de novo e ele vai muito linda, pode espiar direitinho.

2 comentários:

Soninha disse...

A Soninha aqui, ficou encantada, enfeitiçada pela tua lua... tua, sim! Pois vista assim, só aí no Ceará.

"Não há, ó gente, ó não, luar como esse do sertão"...

A tua "sonynha" é mesmo uma privilegiada!

Beijos

Inácio Carvalho disse...

Ah Soninha, minha amiga querida, bem que catei um verso pra ilustrar essa foto. Você achou. Ainda mais que o autor um Cearense, o Catulo da Paixão, nas cido no Maranhão.
Beijos, minha maiga querida.