sábado, 14 de novembro de 2009

Caetano X Lula: a palavra de Zé Celso

Tropicália, sob o signo do escorpião
José Celso Martinez Corrêa


"...meu adorado Poeta Caetano, como sempre, me surpreendeu na sua interpretação de Lula como analfabeto, de fala cafajeste, abrindo seu voto para Marina Silva.

Nós temos muitas vezes interpretações até gêmeas, mas acho caetanamente bonito nestes tempos de invenção da democracia brazyleira, que surjam perspectivas opostas, mesmo dentro deste movimento que acredito que pulsa mais forte que nunca no mundo todo, a Tropicália.

Acho, diferentemente de Caetano, que temos em Lula o primeiro presidente antropófago brazyleiro, aliás Lula é nascido em Caetés, nas regiões onde foi devorado por índios analfabetos o Bispo Sardinha que, segundo o poeta maior da Tropicália, Oswald de Andrade, é a gênese da história do Brazil.

Lula tem phala e sabedoria carnavalesca nas artérias, tem dado entrevistas maravilhosas, onde inverte, carnavaliza totalmente o senso comum do rebanho.

Adoro ouvir Lula falar, principalmente em direto com o público como num teatro grego. É um de nossos maiores atores. Mais que alfabetizado na batucada da vida, lula é um intérprete dela: a vida, o que é muito mais importante que o letrismo. Quantos eruditos analfabetos não sabem ler os fenômenos da escrita viva do mundo diante de seus olhos?

Lula chega à hierarquia máxima do teatro, a que corresponde ao papa no catolicismo: o palhaço. Tem a extrema sabedoria de saber rir de si mesmo. Lula é um escândalo permanente para a mente moralista do rebanho. Um cultivador da vida, muito sabido, esperto. Não é à toa que Obama o considera o político mais popular do mundo.

Fico grato a Caetano ter me proporcionado expor assim tudo que eu sinto do que estamos vivendo aqui agora no Brasil, que hoje é um país de poesia de exportação como sonhava Oswald de Andrade, que no Pau Brasil, o livro mais sofisticado, sem igual brazyleiro canta:

Vício na fala
Pra dizerem milho dizem mio
Pra melhor, dizem mió
Para telha, dizem teia
Para telhado, dizem teiado"



Deleite-se com o texto todo no Blog do Luciano Siqueira, um cabra porreta demais.

5 comentários:

Anônimo disse...

"Acho, diferentemente de Caetano, que temos em Lula o primeiro presidente antropófago brazyleiro, aliás Lula é nascido em Caetés, nas regiões onde foi devorado por índios analfabetos o Bispo Sardinha que, segundo o poeta maior da Tropicália, Oswald de Andrade, é a gênese da história do Brazil."
ISSO DIZ TUDO!!! ESTOU COM VC ZÉ CELSO.

Anônimo disse...

Tentei colocar meu e-mail, mas não consegui.kmam@uol.com.br

Fergus disse...

Muito bom!
O Zé Celso antropofagizou nosso mais inconstante bardo da MPB tropicaliente.
Maturidade não é uma das qualidades velosas do baiano que me deixa constrangido com sua ingênua insistência em parecer jovem e opinioso.

Abraços,

Fergus

PS: O título do post merece uma revisada.

QuebraCabeça ou EsteLadoParaCima disse...

Caetano já vc já cantou que ”alguma coisa está fora da ordem mundial”...

é mano Caetano, nosso presidente FORA DA ORDEM MUNDIAL, fez mais por esse país do que tantos engomadinhos.

Penso em seu discurso inflamado em ”Proibido Proibir” em que vc diz que vc e Gil romperam com todas as estruturas. Gil sem dúvida continuou esse processo e contribuiu efetivamente como ministro da cultura no governo popular de Lula.

sOnitA disse...

pra vc ver.. sou praticamente uma máquina de fazer trapalhadas. e ainda tenho coragem de ficar brava e reclamar. kkkkk =D