quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Sempre ligado

Ontem, acompanhado do Guilherme, passei numa agência dos Correios e ao pegar uma senha pra ser atendido entreguei-a pra ele. O cabinha olhou e, apontado pra onde tava escrito "Previsão de espera", perguntou:

- Pai, pra essa senha se a gente num vai esperar nada?

Esse é meu menino.




3 comentários:

Marildy disse...

EI INÁCIO, DEI UMA VOLTA NO TÚNEL DO TEMPO. O "JUNINHO", QUANTO TEMPO NÃO TENHO NOTÍCIAS. PAULO MACIEL, DA AGRONOMIA. A FATINHA DAS CIÊNCIAS SOCIAIS. TODOS TINHAM IMA IDENTIFICAÇÃO. O SANDRO OG FILHO DO NOSSO QUERIDO MESTRE ZÉ JÚLIO DA PONTE FILHO. NOSSA! SAUDADE DAQUELE TEMPO, QUE FOI UMA VERDADEIRA ESCOLA DE VIDA. SÓ PODE FALAR ASSIM, QUEM PASSOU POR ESSE MOMENTO TÃO IMPORTANTE PARA AS LUTAS SOCIAS. TENHO CERTEZA QUE SE ESTIVESSE EM FORTALEZA TERIA IDO. UM ABRAÇO BEM GRANDE PRA VOCÊ, E PARABÉNS POR RESGATAR UM POUCO DOS MOMENTOS INESQUECÍVEIS DE LUTAS ESTUDANTIS. BEIJO. MARILDY (DA AGRONOMIA!)

JW disse...

e o "BaRRão" de Studart tu conhece?

Marildy disse...

INÁCIO, COM RELAÇÃO A FOTO, DA ESQUEDA PARA DIREITA (EM PÉ) CONSIGO IDENTIFICAR VOCÊ, O KLEBER (DA AGRONOMIA), O LUIZ ANTÔNIO (DA AGRONOMIA) E O GALBINHA (ACHO QUE ERA DA QUÍMICA, NÃO TENHO CERTEZA). TAMBÉM NÃO SEI SE REALMENTE ESTOU CERTA. MARILDY