segunda-feira, 30 de junho de 2008

Caravana no interior

Desde quinta-feira a tarde entrei num ritmo quase doido de viagem pra acompanhar as convenções do PCdoB no interior. Lá purumas cinco da tarde eu tava na BR 116 com o Uóshton como motorista e o Zé Tampinha (uma figura curiosíssima) como carona. Destino: Juazeiro do Norte.

Foi a quarta vez neste semestre que andei pela terra do Padim Ciço (Joan, o Mestre Matuto deve ta mortin de inveja, mas se impressione não meu amigo véi, ainda num foi dessa vez que fui conhecer a estátua de perto). Vou acabar como um devoto dos mais fiéis. Nossa comitiva perdeu Tampinha (que ia se abençoar com seu pai e resolver umas broncas lá na terra dele) e ganhou Chico Lopes, que chegou de avião na madrugada, direto de Curitiba, onde foi conhecer o Cindacta (ainda num foi dessa vez que passou a agonia dele na hora voar).

A agenda era meio pesada. Tínhamos cinco convenções pra dá conta. Se fosse tudo no Cariri até que era moleza, mas por lá íamos pra Araripe, Crato e Juazeiro, as outras eram em Jucás e Milhã. Em dois dias e meio rodamos uns miliquinhentos quilômetros. Junto comigo levei minha quase inseparável Sonynha e fiz foto que só a peste.

Um comentário:

Soninha (de Porto Alegre) disse...

Ah, fiquei com inveja da "Sonynha"... Da próxima vez, leva a "Soninha", com "i" e eu prometo que ela leva uma outra "Sonynha" para fazer as fotos.